X
Subscription
Thank You
Thank you for your subscription
* Required fields
StartUP Portugal
Estratégia Nacional para o Empreendedorismo
Estratégia Nacional para o Empreendedorismo
A StartUP Portugal é a estratégia do Governo da República para o Empreendedorismo. Mais do que fomentar o espírito empreendedor, destina-se a apoiar quem já é empreendedor, a assegurar a longevidade das empresas criadas e aumentar o seu impacto na criação de emprego e de valor económico. Destina-se a organizar, desbloquear, promover a partilha de benefícios, boas práticas e recursos, entender, onde há falhas regionais e sectoriais e colmatar lacunas. Pensada a quatro anos, foca-se em três áreas de atuação:
 
I. Ecossistema
 
Este eixo de intervenção da StartUP Portugal será desenvolvido com o objetivo de identificar e suprir lacunas setoriais e regionais de programa de aceleração, incubadoras de empresas, fablabs, maker spaces e design factories. Mas também para aumentar a competitividade internacional destes ativos, de promover a partilha de recursos físicos e de know-how, de promover uma maior profissionalização de equipas e de serviços oferecidos a empreendedores e empresas incubadas. Esse eixo inclui ainda a criação de task forces regulatórias para facilitar a investigação, teste e produção de tecnologias de ponta para que Portugal seja pioneiro na criação de regulamentação que atraia I&D, produção e investimento em setores emergentes. Será ainda aprofundado o processo de facilitação das startups com a Administração Pública, nomeadamente da informação empresarial a prestart e da implementação de Fast-track Visas para quadros estrangeiros de empresas de base tecnológica e científica.
 
 
 
II. Financiamento
 
As políticas públicas de financiamento a startups vão estar focadas em oferecer alternativas ao crédito bancário, nomeadamente através da promoção de novas formas de financiamento, como o equity crowdfunding e o peer-to-peer, no coinvestimento com os melhores investidores nacionais e internacionais, no reforço da intervenção da Portugal Ventures, enquanto organismo responsável pelo investimento público de Capital de Risco, em setores estratégicos para a economia nacional e em projetos numa fase em que o risco é percebido como demasiado elevado para os investidores privados e onde se verifica neste momento uma falha de mercado. Neste âmbito serão ainda criados vales para as startups adquirirem serviços profissionais de incubação, vales para jovens que estejam a residir em Portugal ou no estrangeiro e que pretendam criar uma startup em Portugal, independentemente da sua condição financeira, no apoio à criação de um regime fiscal mais favorável para as startups e na atribuição de incentivos para a criação de emprego.
 
  • Startup Voucher
  • Programa Momentum
  • Vale de Incubação
  • Programa Semente
  • Incentivos à contratação
  • Novas Formas de Financiamento: 
  • Calls Portugal Ventures
  • Coinvestimento com Business Angels: Mais informação aqui
  • Coinvestimento com Capitais de Risco: Mais informação aqui
 
 
III. Internacionalização
 
Nesta área de atuação vão ser desenvolvidas diversas iniciativas para reforçar o posicionamento de posicionar Portugal como um destino mundial de atração de startups, investidores, incubadoras e aceleradoras estrangeiras, para promover o ecossistema nacional nos mercados, nomeadamente através do apoio da presença de startups portuguesas nas principais feiras setoriais nacionais, nos maiores eventos tecnológicos mundiais, nas comitivas oficiais, em visitas de Estado ao estrangeiro e em receções de Estado a entidades estrangeiras.
 
  • Startups portuguesas nos maiores eventos tecnológicos do mundo
  • Startups portuguesas nas maiores feiras sectoriais nacionais
  • Startups portuguesas em receções oficiais e eventos do Estado
  • Criar uma aceleradora portuguesa de referência na Europa
  • Programa Web Summit

Saiba mais sobre a StartUP Portugal aqui.