banner jornalistas e ipns2.png

Portugal Ventures abre Call For MVP - Minimum Viable Products - com investimento que pode ascender a 1 milhão de euros.

 

·         A partir de hoje e até ao dia 1 de outubro estão abertas as candidaturas à Call For MVP para projetos nas áreas de Digital e Engineering & Manufacturing.

·         Todas as candidaturas devem ser submetidas através do website da Portugal Ventures, em www.portugalventures.pt, via formulário simplificado.

·         Os projetos selecionados beneficiarão de um investimento que pode ascender a 1 milhão de euros, com um montante mínimo de 300 mil euros.

·         Esta iniciativa possibilita o acesso a investimento de capital de risco para projetos inovadores de tecnologias, produtos ou serviços que prevejam a valorização de um MVP e sua comercialização no mercado global.

Porto, 9 de julho de 2018 - A Call For MVP tem como objetivo fortalecer o ecossistema português e, assim, contribuir para o desenvolvimento de uma economia mais moderna, competitiva e aberta para o mundo, com base em conhecimento, inovação e capital humano altamente qualificado, com um forte espírito empreendedor. Desde 2012, durante as dezassete edições da Call for Entrepreneurship, foram submetidas e avaliadas pela equipa da Portugal Ventures mais de 1200 candidaturas, tendo resultado em mais de 90 investimentos em novas startups com um investimento total de 121 milhões de euros.

Na análise dos projetos submetidos à Call For MVP será privilegiada a orientação do investimento para a valorização de um MPV (Mínimo Produto Viável), de modo a que o produto tenha as mínimas características necessárias para ser inserido no mercado, nas áreas de Digital (Enterprise, Cibersecurity, Networks, Artificial Intelligence, AR/VR, Marketplaces, Blockchain e IoT) e Engineering & Manufacturing (New Materials, Electronics, Robotics, Cleantech, Agrotech, SeaTech). Serão elegíveis os projetos baseados em inovações distintivas e únicas, que já tenham desenvolvido um protótipo funcional e com, ainda que preliminar, feedback do mercado. Numa fase posterior, o objetivo passa por ajustar esse protótipo às necessidades de mercado e por desenvolver o respetivo modelo de negócio.

Os projetos devem ser promovidos por empresas já constituídas, localizadas nas regiões Norte, Centro e Alentejo, em fase seed, startup ou early stage, que não tenham até ao momento do investimento 3 exercícios completos desde a data de início de atividade, ou por empresas localizadas na região do Alentejo em fase de desenvolvimento (second Round) de novos produtos e/ou serviços, com foco na inovação. As empresas têm que ser detentoras do Estatuto de Pequenas e Médias Empresas, estatuto comprovado através de Certificação Eletrónica da PME emitida pelo IAPMEI.

Os projetos candidatos à Call For MVP serão validados por painéis de avaliação, compostos por peritos empresariais, nacionais e internacionais.

Os projetos selecionados para investimento beneficiarão de um montante mínimo de 300 mil euros que pode ascender a 1 milhão de euros, do acompanhamento próximo da equipa da Portugal Ventures na gestão e nas decisões estratégicas, do aconselhamento por especialistas, nacionais e internacionais, com experiência acumulada no desenvolvimento do negócio e da partilha de uma vasta rede de contactos, em Portugal e no estrangeiro, para potenciação de oportunidades de negócio e angariação de capital em futuras rondas.

Na preparação e qualificação dos projetos, os empreendedores poderão beneficiar do apoio e orientação de uma das entidades da Rede de Parceiros do Programa de Ignição (Ignition Partners Network) da Portugal Ventures, potenciando a aptidão dos mesmos para o investimento de capital de risco. Esta rede de parceiros,  composta por 62 entidades do ecossistema, prestará apoio à Portugal Ventures na divulgação da iniciativa e na apresentação de novas oportunidades de investimento que correspondam às características definidas para a Call for MVP.

Sobre a Portugal Ventures

A Portugal Ventures é uma sociedade de capital de risco que investe na fase semente de startups portuguesas nas áreas de tech, ciências da vida e turismo. Considerada pela CB Insights a capital de risco mais ativa em Portugal, a Portugal Ventures, desde 2012, investiu mais de 120 milhões de euros em mais de 90 novas startups. Trabalhamos lado a lado com empreendedores excecionais e visionários que ambicionam solucionar problemas globais com modelos de negócio e tecnologias disruptivas, para se tornarem líderes globais de mercado.