I'm a Partner - U.Porto, Inovação

Universidade do Porto.jpg

U.Porto inovação, The Circle

(English version)

 

As incubadoras/aceleradoras têm um papel decisivo no desenvolvimento das startups. A sua relação com as empresas resulta devido à capacidade de transformar os resultados da ciência em novas tecnologias inovadoras, especialmente quando se combinam competências académicas e empresariais.

Questionamos um dos nossos Ignition Partner Network (IPN), Universidade do Porto, sobre a importância dos programas de incubação e como deve ser feito o primeiro contato com investidor.

1. Quais são as grandes vantagens de uma startup ao passar por um programa de aceleração/incubação como o da Universidade do Porto?

A Universidade do Porto agrega o mais diversificado ecossistema de inovação e empreendedorismo do país. É na Universidade do Porto que é gerado 25% de toda a produção científica e tecnológica feita em Portugal e, nesse sentido, ideias, projetos, empresas e organizações de todo o mundo encontram na Universidade do Porto uma comunidade vibrante e um ecossistema de inovação qualificado e pronto a dar resposta às exigentes solicitações de uma sociedade global, aberta e competitiva. Os empreendedores e as empresas encontram nesta instituição recursos e competências para criar valor, passando por: proteção nacional e internacional da propriedade intelectual com o apoio dos técnicos da Universidade do Porto Inovação; capacitação, fomentação de empreendedorismo e iteração de modelos de negócio em programas como o Business Ignition Programme; incubação no maior parque tecnológico nacional – o UPTEC –; criação de empresas spin-off Universidade do Porto e sua inclusão no exclusivo grupo The Circle, entre outras iniciativas.

2. Qual é a importância dos Ignition Partners Network no primeiro contato que o empreendedor tem com um investidor?

Não há contacto como o primeiro (costumamos dizer, meio a sério, meio a brincar). O primeiro contacto com o IPN da Universidade do Porto permite excluir cenários menos plausíveis. O principal objetivo do IPN é apoiar a criação de um caminho sustentável e participado, no qual diversas entidades da Universidade do Porto, especializadas no processo empreendedor, envolvem múltiplos atores nacionais e internacionais do ecossistema. A Portugal Ventures tem estado connosco nesse caminho. Temos acompanhado ciclo de vida dos projetos, e apoiado milhares de empreendedores e centenas de empresas criadas a partir do ecossistema da Universidade do Porto. O capital de experiência que temos acumulado em conjunto com a PV permite melhorar e capacitar todo o processo; a relação desenvolvida, colaborativa e focada em resultados, tem permitido o desenvolvimento de mais e melhores projetos e a emergência ecossistema de inovação mais maduro e robusto. 

Sobre U.Porto Spin-off Circle

O U.Porto Spin-off Circle é um clube de empresas que nasceram  dentro do ecossistema de empreendedorismo e inovação da Universidade do Porto. Muitas das empresas que fazem parte deste grupo, são detentoras da marca “U.Porto Spin-off”, ou seja, são reconhecidas por terem surgido num contexto de Investigação & Desenvolvimento e Inovação”. O “The circle” reúne as spni-offs saídas da U. Porto em fóruns, onde debatem os principais desafios que são colocadas ás empresas no seu dia-a-dia. Através destes fóruns, os empreendedores trocam experiências e ajudam-se mutuamente na criação de valor para as suas empresas, um verdadeiro network dinâmico.

Incubators/accelerators play a decisive role in the development of startups. Their relationship with these companies is born out of their ability to transform scientific research into new innovative technologies, especially when combining academic and business skills.

We sat down with one of our Ignition Partner Network (IPN) members, the University of Porto, to discuss the importance of incubation programmes and the best way to approach an investor.

1. What major benefits does an acceleration/incubation programme such as the one offered by the University of Porto  offer startups?

The University of Porto (U.Porto) is part of the most diverse innovation and entrepreneurial ecosystem in Portugal. We generate 25% of all science and technology produced in the country and, as such, ideas, projects, companies and organisations from across the globe find a vibrant community at U.Porto and a qualified innovation ecosystem that is ready to address the demands of a global, open and competitive society. Entrepreneurs and companies have access to resources and competences to create value at this institution, including: national and international intellectual property protection,  with support from the University of Porto Innovation technicians; capacity-building, the fostering of entrepreneurship and iteration of business models in programmes such as the Business Ignition Programme; incubation in Portugal's biggest Technopole – UPTEC –; creation of University of Porto spin-offs and their inclusion in exclusive group The Circle, among other initiatives.

2. What role does the Ignition Partners Network play when an entrepreneur first approaches investors?

The first impression is the only impression (as we usually say, jokingly, but not). The first interaction with U.Porto's IPN helps exclude less feasible scenarios. The main purpose of the IPN is to support the creation of a sustainable and active  journey, in which various U.Porto entities, specialised in the entrepreneurial process, engage multiple Portuguese and international players from the ecosystem. Portugal Ventures is on this journey with us. We’ve been involved in the life cycle of projects and have supported thousands of entrepreneurs and hundreds of companies created in the U.Porto ecosystem. The wealth of experience we have accumulated together with Portugal Ventures allows us to improve and empower the entire process. The resulting collaborative and results-oriented relationship has led to better and more projects being developed and the emergence of a more mature and robust innovation ecosystem. 

About the U.Porto Spin-off Circle

The U.Porto Spin-off Circle is a business club created within the entrepreneurial and innovation ecosystem of the University of Porto. Many of the companies that are part of this group are licence holders of the “U.Porto Spin-off” brand, in other words, they are recognised as having resulted from Innovation and Research & Development. The Circle brings U.Porto spin-offs together in forums, where they discuss the main challenges company’s face on a daily basis. Through these forums, entrepreneurs share experiences and help each other create value for their businesses, in that which is a truly dynamic network.